quarta-feira, 29 de julho de 2009

Informações gerais

Por Francine Segawa

A iniciativa de fazer esse blog resulta da minha experiência como mãe que teve bebê na Casa de Parto de Sapopemba e foi muito bem atendida. Passei a ter um carinho especial pelo lugar e quero compartilhar o que sei com outras mulheres que se interessem por essa opção.

















Esse é o exterior do prédio da Casa de Parto. Ela fica anexa a uma Unidade Básica de Saúde.

Endereço: Rua São José das Espinharas, 400
Telefones: 2702 5899 / 2702 6043
O atendimento é 24 hs.
















Esse é um dos quartos de parto. Essa cama fica em diversas posições para facilitar o parto, já que a mãe pode ir escolhendo em que posição sente-se melhor. O processo do parto também pode se dar fora da cama, no banquinho, em pé, apoiada em uma barra na parede, e a todo o momento é possível contar ainda com o apoio do pai ou acompanhante, enfim, há muitas opções.

Junto a esse quarto da foto há mais dois cômodos, um banheiro com ducha, banheira e vaso sanitário e outro cômodo que é uma sala de cuidados para o bebê. Ali a enfermeira obstétrica realiza os primeiros exames logo após o nascimento. O cômodo tem berço aquecido, incubadora para transferência, caso seja necessária, balança, etc. A enfermeira verifica os sinais vitais do bebê ( teste de apgar), pesa, mede, aplica o colírio de nitrato de prata e a injeção de vitamina K. As primeiras vacinas também são dadas antes da alta: Hepatite B e BCG

Logo depois a enfermeira já traz o bebê para junto da mãe, bem aquecidinho. Dá para a mãe ver todos os cuidados lá da cama onde foi o parto. O acompanhante pode acompanhar tudo e fotografar ou gravar. Mãe e bebê não são separados em momento algum.

13 comentários:

  1. Francine
    Li o relato do seu parto e fiquei extremamente emocionada... indo às lágrimas mesmo!!! Me fez lembrar o parto do meu 1º filho, que não foi humanizado, infelizmente. Hoje, da mesma forma q vc, me vejo grávida de 7 semanas, sem ao menos haver planejado... e encontrando muitas dificuldades principalmente pela aceitação do pai, q não esperava e mesmo depois de quase 7 anos de relacionamento, ainda está na fase de relutancia em aceitar o fato e a responsabilidade, o q acabou nos afastando um pouco mais, já q estavamos em crise (q situação!!!!). Eu já optei por ser mãe novamente, pois meu filho já está com 11 anos e tenho 33 anos. Vou lutar ao máximo pra levar essa gravidez de maneira muito mais tranquila q a minha primeira e de curtir cada momento, mesmo que sozinha. E espero conseguir, comovc, passar pela experiencia do parto humanizado. Parabéns pela linda experiência e por sua Lis!!!
    Felicidades!!!!

    ResponderExcluir
  2. Meninas, vamos assinar para substituição das ambulâncias... por favor!!!
    não precisa colocar cpf, nem endereço.
    só rg, e data de nascimento.

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Encontrei seu blog procurando na internet pelo telefone da Casa do Parto de Sapopemba. Estou deixando este recado apenas para pedir que confirme os números que estão na apresentação, pois não consegui falar em nenhum deles. Consegui neste aqui: 2702-5899.

    Abraços,
    Daura Camargo

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo telefone atualizado, gostaria de ligar e agendar uma visita. Estou receosa de que fechem, já temos poucas opções, se estas forem tiradas. Algum interesse há por trás, provavelmente econômico.

    Saudações,
    Graziela Teixeira

    ResponderExcluir
  5. olá eu não consigo entrar em contato com a casa de parto com nenhum numero postado aqui
    se alguem tiver por favor me passe.
    obrigada

    ResponderExcluir
  6. Lila....
    Anota aí, estes numeros são os que tenho e sempre consigo falar neles!
    Estou com 38 semanas e fazendo meu acompanhamnto lá pro nascimento do Nicolas... bjo e boa sorte!!!

    2702 5899 / 2702 6043

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Estou curiosa para saber notícias sobre a atual situação da casa de parto de Sapopemba. Ainda permanece a pressão para o fechamento da casa? Outro dia procurei informações no site da prefeitura de São Paulo e não achei nada. É um absurdo, um desrespeito à população e à história dessa casa de parto que oferece um cuidado tão qualificado e diferenciado em relação a outros serviços. O que está por trás disso é sim interesses econômicos de uma categoria profissional (médica) que utiliza seu prestígio social, força política e econômica para manter o poder sobre o sistema de saúde público e privado e continuar lucrando com o alto (e absurdo) número de cesáreas. Só evidencia o seu descompromisso com a população e o compromisso com o seu próprio bolso...

    ResponderExcluir
  8. oi sou adriana ,tive a minha filha na casa do parto em sapopemba,nossa adorei fui muito bem atendida ,mas gostaria de saber o que fizerão com as foto que tirei ai assim que minha filha nasceu e meu parto foi filmado para uma reportagem e eu gostaria de te este vidio p/ poder mostrar p/ minha filha ,minha filha nasceu no dia 01/12/1999as 00;23

    ResponderExcluir
  9. Estou morrendo de vontade de ter meu filho, que nasce em Dezembro, na casa de parto de Sapopemba. Pra mim fica um pouco longe,mas vou fazer de tudo para ter parto normal na casa de parto!

    ResponderExcluir
  10. Olá blogueiro,

    Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

    Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

    O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

    A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



    Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

    Obrigado pela colaboração!

    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir
  11. como faço para enviar curriculo pra casa de parto.?

    ResponderExcluir
  12. Oi gostaria de saber que essa casa de parto faz partos na água?

    ResponderExcluir
  13. Boa noite a todas que visitam este blog, não sou mãe ainda, mas quando for abençoada com um filho quero muito ter uma boa experiência, meu desejo é poder dar a luz em uma casa de parto, longe das conveniências dos médicos obstetras principalmente aqueles que atendem em hospital particular, que muitas vezes enganam suas pacientes dizendo a elas que o bebê está "sentado", quando na verdade não está...., que sua bacia não é boa para a passagem do bebê, quando na verdade isso só é sabido no momento do parto, pois com a bacia pequena o bebê pode ser pequeno também e isso não causar nenhum contra indicação ao parto normal, ou o bebê se adapta a bacia da mãe......, entre outras mentiras contadas porque simplesmente é mais fácil agendar uma cesárea em um dia e horário que seja bom para o médico, mas será que o bebê está pronto para nascer, pois o dia tem que ser conveniente para o bebê e não para o médico, principalmente agora que está chegando o período de festas e seu médico quer estar com a família dele, e não ser chamado as pressas enquanto estiver ceiando......pensem nisso. Sou a favor da cesárea somente quando ela é realmente indicada.

    ResponderExcluir